sábado, 18 de agosto de 2007

Função Continente

Seria bom se todos fôssemos continentes. A função continente trata-se de algo que foge ao cotidiano de pessoas com má índole, sabe aquele dia em que sua vida não está nos trilhos, o dia em que tudo resolveu conspirar contra sua felicidade intrínsica? É meu amigo, ninguém está livre dessas consequências indesejadas. Mas o que a função continente tem a ver? Simplesmente TUDO, ser continete resume-se em compreender a angústia de alguém pelo sóbrio motivo de ajudar e dar as ferramentas para a saída do buraco. O desejo de estar bem e ser completo passa por esse teste, você é continente com aquele amigo que volta e meia lhe parece inconformado com a vida que leva? Não esqueça que nesse mundo a ordem é a troca de energias, o que vai sempre volta! Ou você não precisa de auxílio? Isso passa por aquele momento em que você realmente precisa de ajuda, e o que houve é nada mais que uma reclamação ou acusação. O melhor momento para afundar alguém no mar de culpa é quando se procura uma base firme. Sem a base não há nada, e com o nada, não existe propósito de melhoria, portanto problemas viram fatos normais e a vida cai em um caos aonde não se procura ajudar alguem de situação similar. Será que tal gesto evolui indivíduos? será que tal gesto conserta erros? Tão fácil seria uma ajuda sem custo, sem pressa e sem cobrança. Pequenos gestos influem demais no futuro do homem, e saber que há alguém continente o suficiente para lhe dar apoio na hora que mais precisa, aflora a idéia de que ser continente é estar aberto para ajudar e dispor de um leque para possíveis ajudas. Ouça mais e fale menos, faça mais e critique menos. O plano de ações da compreensão é feito de básicas lições aonde a busca da felicidade não se dá em uma corrida solitária. É necessário passar bastão pra frente, é preciso ser continente.

0 comentários:

 
Copyright 2010 pago bem!