segunda-feira, 28 de julho de 2008

Discurso de Formatura - Administração e Empresas com ênfase em Comércio Exterior 2008/1

Aqui nos encontramos, com a certeza do local, tempo exato e na companhia de testemunhas dessa nova etapa conquistada. Há alguns anos, percorremos o caminho que nos conduziu ao dia de hoje. Tristezas, preocupações, anseios e dificuldades não foram suficientemente fortes para que esse sonho se esvaísse pelo ar. Ainda lembramos quando o centro acadêmico entrou em nossas vidas. Era uma época de transição, de consulta de valores. A busca pelo conhecimento jamais se estagnou na mente desses futuros administradores aqui presentes. (Nietzsche) nos fala: “Quem tem algo por que viver é capaz de suportar qualquer ‘como’”. O unilasalle foi nossa vida, foi nosso dia-a-dia. Seria impossível falar que não respirávamos faculdade, que não pensávamos um dia sequer no ambiente que nos agregava a cada dia, mais conhecimento, esperanças, novas rotinas e, quem sabe, novos rumos? Quem não criaria vínculos com uma instituição que ao decorrer desse tempo lutou em conjunto para cumprir com nossas metas? Eu não saberia ditar a origem da felicidade que hoje sentimos, mas garanto que um de seus princípios foi a sala de aula, o diálogo com os professores, o círculo de amizades e por que não, as discussões? Esse composto de vida e aprendizado trouxe valor ao que chamamos de amadurecimento. Alfred. de vigny relatava, “Nunca encontrei uma pessoa da qual não tivesse nada a aprender.”. Os anos de Unilasalle foram essenciais para que estudantes pudessem tornar-se Administradores competentes. O tempo de Unilasalle revelou o verdadeiro significado da melhoria contínua. Estamos em constante evolução. Que o dia de hoje, tão celebrado, seja apenas uma pausa para comemoração, afinal ainda temos um longo caminho a percorrer. Esse período tão nobre em nossas vidas nos apresentou diversas faces que ficarão marcadas como uma fase de plena ascenção como cidadão. Colegas viraram amigos, professores viraram amigos, e o melhor, amigos continuaram sendo amigos. Como descrever um período que carrega maior parte de sua totalidade com saudosos momentos? Como suportar a mudança de ambiente da noite para o dia? Começo a sentir falta das aulas, dos intervalos extendidos, das visitas técnicas, das viagens, dos colegas e de todos aqueles que deixaram sua contribuição como seres humanos e companheiros de jornada. A responsabilidade do que fazemos é tão importante quanto a responsabilidade das coisas que omitimos. Portanto cada segundo deve ser lembrado como uma parcela da alegria que hoje estampa cada um de nós. Pois bem, a saudade é inevitável, a lembrança positivamente marcada é muito bem vinda, o que nos resta, é a certeza de que o dever foi cumprido com êxito. Damos um Adeus ou até logo ao Unilasalle deixando parte de cada um pelas dependências da instituição. Seja na biblioteca, no mural de fotos ou nas conversas dos colegas que permaneceram na faculdade. O homem é feito para a luta, não para o repouso. Não paremos por aqui, busquemos, dentro de nós, o que de bom podemos ainda contribuir para o futuro, coloquemos em prática a imensidão de ensinamentos que, caprichosamente, foram transcritos em horas aula. Meus amigos, como é bom vencer! Como é bom poder relembrar das vitórias, mesmo que estas tenham sido precedidas por derrotas. Mesmo que estas tenham resquícios de dor. É talento do ser humano, poder filtrar os bons momentos. Mas não esqueçamos, os maus momentos ainda dividem a glória, afinal foram a solução para contornarmos desvios de percurso. A alegria não está nas coisas: Está em nós. Celebramos esse dia tão especial, irradiemos a satisfação da luta e passemos adiante a certeza: “É preciso viver, não apenas existir!” BOA NOITE OBRIGADO!

0 comentários:

 
Copyright 2010 pago bem!