segunda-feira, 10 de novembro de 2008

Torta Fria é almoço?

Bem, tenho que concordar com tamanha precisão que o título desse post assombrou o almoço de um belo sábado, fruto de um tão esperado final de semana. Foi quando a frase ecoou em meus ouvidos. “-Hoje teremos torta fria de almoço!”. Prontamente ajustei meu “-COMO ASSIM? Sim, afinal se torta fria é almoço, minha vó é virgem! Sim, minha vó é virgem. Tá bom, então por que eu deveria me satisfazer com uma torta fria? Lamentavelmente meu apetite não foi aguçado pela junção de pão de forma, brócolis, cenoura maionese e pepino. Busquei no fundo de minha memória algum resquício da palavra “Carne”. Ouvi carne, uma chuletinha? Uma simples almôndega, ou até carne de soja? Não, não ouvi, e não ouviria então. Conformei-me de que a única saída era buscar a solução do fim do mundo (sim, a falta de carne é tratada como um apocalipse para mim), cortar algo proveniente do boi e misturar com arroz, formando o tal do carreteiro. Pois bem, me indago se penso singularmente ou se, em pleno maracanã, moveria uma “Ola” em prol da carne no almoço. Fico pensando se o Galvão Bueno narraria um churrasco com a mesma ênfase de “Rrrrrrronaaaaldo”. Diante de minhas convicções, notei que para algumas pessoas, torta fria pode ser almoço, pode ser café da manhã, pode ser o que quiser. Afinal, quem acredita que um monte de pão, agregado a maionese, brócolis e azeitona possa substituir uma refeição sagrada como meu almoço, pode crer também que eu sou vegetariano. Fui pra cozinha!

3 comentários:

Peter disse...

dizem que o cuzcuz da Gretchen é demais!!!

Carol disse...

Na verdade torta fria é o lanche da tarde que sobrou da festa de aniversário...hehehe...eu nunca gostei mto não...de almoço então...

Teuso disse...

Bom lembrar que existem pessoas que passam fome... Só para cortar o clima...

 
Copyright 2010 pago bem!