segunda-feira, 25 de maio de 2009

A cereja do bolo.

Pois é.

Durante nossa vida deparamos-nos com coisas que nos fazem refletir, e hoje tive a oportunidade de refletir sobre a "a cereja do bolo".

A cereja do bolo é o diferencial. É o que destaca. É o que dá sentido. É o que tira o fôlego. É o que nos faz correr atrás, nos motiva, nos dá gana. É aquilo que nos faz recordar algo com felicidade imensa.

Entendam o que quiserem, mas todos nós temos o nosso bolo. E sempre existe espaço para uma cereja.

Ouso dizer que uma vida é feita de muitos bolos (para azar ou felicidade daqueles que vivem em pecado com doces).

O que aprendi com a cereja do meu bolo (ou será a maçã?) é que coisas simples podem dar significado ao que antes era incompreensível.

Uma frase dita no momento certo pode trazer à tona a compreensão de coisas que antes passavam desapercebidas, e que fazem parte indispensável de uma vida feliz e completa.

As cerejas são diferentes para cada pessoa. Assim como o bolo. Já vi cerejas que foram um simples momento, mas que marcaram a pessoa. Já vi cerejas sendo construídas de momentos, pequenos instantes, que, juntos, fizeram a diferença.

Minha cereja mais recente foi assim. Vários momentos, que, juntos, fizeram que eu aprendesse que a vida é mais simples do que parece.

Precisamos de grandes aspirações, de sonhos ambiciosos, de metas que nos levem às alturas. E também precisamos abrir os olhos para o que está do nosso lado.

Sem perceber podemos focar no alto, e esquecer daqui de baixo, criando um sentimento de vazio, já que o alto continua sempre alto.

Mas as cerejas do bolo fazem parte da escada que nos ajuda a atingir o topo.

O que aprendi?

A cereja do meu bolo foi aprender a abrir os olhos e o coração para os pequenos momentos, perdendo o medo de se entregar, deixando a mostra um 'eu' verdadeiro.

E agora fiquei curioso. Qual será a cereja do seu bolo? (podem escrever anonimamente, se acharem melhor)

Abraço!

40 comentários:

Beto disse...

Seria um tanto quanto despretensioso dizer que não tenho uma cereja, quiçá uma jaca! Em determinadas momentos, deparamo-nos com esssa situações. Adoro esse tema, ainda acredito que todos temos uma cereja escondida (alguns em lugares inóspitos), porém soh falta acreditar que ela pode ficar em cima do bolo e decorar aquilo que não era tão comemorado. Posso dizer que dá um gostinho e tanto.

P.s.: Alguém me ajuda a abrir essa conserva?

Peter disse...

Nada contra, mas a cereja é o detalhe. Uma "jaca" detonaria o bolo... hehehehe

Entendi, porém, o sentido: minhas cerejas tem o tamanho de jacas, quiçá do Everest.

Talvez a cereja seja como um iceberg. 5% de sua massa eu vejo, e os outros 95% são a alegria que ela me causa.

Qual tua última cereja?

Beto disse...

a minha última cereja?

Foi ver que eu tinha uma carta na manga, e nunca tinha usado-a.

Certamente, daqui pra frente, terei uma "mão" mais valiosa!

ah! ... metáforas ...

Peter disse...

Pitágoras???

Abaforas????

Será que alguma das pessoas que lê isso abriria o coração e contaria uma cereja???

Beto disse...

Será que o autor contaria sua cereja?
Será que uma leitora toparia uma cerveja?

Peter disse...

A cereja do Autor veio de uma maçã (mui bela, por sinal).

Beto, seja a cereja do bolo de uma leitora!!!

Beto disse...

Com o maior prazer. Uma cereja com recheio de luxúria!

Peter disse...

Beto: o fruto proibido.
















Eu mereço...

Beto disse...

Beto, bendito fruto!

Peter disse...

Mas voltando às Cerejas do Bolo, que é o que importa.

Alguém já percebeu como a cereja de um é o bolo do outro? E vice-versa...

Mi disse...

A cereja do meu bolo foi descobrir como é bom mudar, dar valor ao que realmente impora na vida, como confiança,verdade,perdão,raiva,medo,culpa,alegria e amor.
Aqui vai um breve exercício de imaginação:
- e se fossem uma semente,que tipo de árvore vocês gostariam de ser?
quem sabe uma videira,não é forte nem bonita,mas qualquer um pode alcançar seus frutos.

Poker dos Primos disse...

A Cereja do Bolo, hoje tá mais pra melancia hehe, são muitas cerejas que me fazem bem.. Amigos, aprendizagens, enfim..
Uma cereja só não seria suficiente, talvez haveria uma salada de frutas inteira!
hehe
Abraços.
Beijocas Cla.

Peter disse...

Mi, não acho que existam coisas que "realmente importam na vida".

Enquanto para uns amor é o que realmente importa, para outros é o sucesso.

O amor é a cereja de uns, e o sucesso de outros. E ambos são (ou podem ser) felizes com isso.

Na minha humilde opinião, o que realmente importa na vida é aquilo que te faz feliz, seja lá o que for.

Se eu descubro minha cereja, passo a valorizá-la incomensuravelmente. E como é bom descobrir as cerejas da nossa vida!!!

Não sei se eu seria uma árvore. Acho que seria uma flor, mais pelo significado, pelas lembranças, pelo sentimento que elas despertam (ui...) hehehehehe

Abraço!

Peter disse...

Poker!

Sem blefe e com pocket rockets, vou de all-in para dizer a vida é feita de "N" cerejas... e (como diria o Beto), quiçá uma salada de frutas!

Paga essa ou fold? hehehehe

Abraço!

Mi disse...

Tu tens razão Pedro, claro que são importantes, talvez me equivoquei com as palavras.

Na verdade quis dizer que to feliz com minhas mudanças em relação a esses sentimentos.

E se fosse uma árvore cheia de flores? Muitas pessoas poderiam guardar lembranças, cada uma com sua flor. Pra ti, uma flor tem um valor especial, é única!

Tu estás super sentimental hein hehe

Mi disse...

Tu tens razão Pedro, claro que são importantes, talvez me equivoquei com as palavras.

Na verdade quis dizer que to feliz com minhas mudanças em relação a esses sentimentos.

E se fosse uma árvore cheia de flores? Muitas pessoas poderiam guardar lembranças, cada uma com sua flor. Pra ti, uma flor tem um valor especial, é única!

Tu estás super sentimental hein hehe

Carol disse...

Eu ainda to batendo a massa do meu bolo...Nem pensei na decoração ainda...hehehehehe

=)

Mas to procurando uma cereja bem bonitinha pra decorar o meu bolo...agora deu vontade de comer cereja...martini...hummmm

beijosss

Poker dos Primos disse...

Perter.. de poker é comigo!

Mas sem Blefe por aki nem um santo all in que resolva meu stake ehehe!!

É uma salada de frutas!

Beijocas!

Mi disse...

Pois é Carol, pra quem já encontrou a sua cerejinha é mais fácil falar, mas pra quem não a encontrou ainda, iiiih, é bem complicado hehe.

Peter disse...

Mi, fico feliz com a felicidade dos leitores do Pago Bem!... essa é uma cereja no bolo do blog!!!

E gostei a idéia de árvore com muitas flores (fantástica...)... alguém sabe que tipo de árvore é assim??

E quanto ao estar sentimental: é o amoooooorrrrrrrr... hehehehe

Peter disse...

Carol: quem sabe duas pessoas não consegue fazer um bolo melhor?

O Beto queria alguém para uma cervejinha... acho que se convidares ele para um Martini ele até aceita... hehehehehehe

Peter disse...

Poker: pode vim com high stakes que eu dou raise all!!!!!!

Chip leader!!!!

abs

Poker dos Primos disse...

Puts, já me perdi!
A historia não era da tal cereja? hehehe
Cereja complicada essa de entender!

Beijocas Cla.

Peter disse...

É que a cereja do bolo no poker é pocket rockets...

Beto disse...

Bem, depois de estar um pouco ausente, retorno ao meu venerado posto para organizar essa discussão aonde o sexo feminino tem marcado notória presença.

Pedro e Mi: Acredito que um girassol é um belo exemplo de flor que busca energia, ao passo que a bromélia é tida como forte, por brotar em pontos mais inóspitos! Ainda acredito que ser uma flor, ser uma árvore ou um mero "brejo", eh inerente ao fato de que para ser cereja, é necessário pensar como uma cereja; e uma cereja sadia desconhece seu tamanho e poder de aroma. Se a cereja de um é ter saúde, que o faça por merecer e será feliz! Se a cereja de outro é comprar a casa própria, que trabalhe, sue e mantenha sua cereja em cima do bolo. Certamente esses exemplos são comuns demais quando comparados ao fato de descobrir sua cereja e ver aquilo que realmente importa para descobrir o equilíbrio interior. Mesmo assim, prefiro crer que para descobrir sua cereja, é necessário ao menos cultivar um vidro de conserva, certamente isso dará mais artifícios para que se cultive uma cereja saudável.

Clá (poker dos primos): taí um belo exemplo de cereja comprada, lavada e caprichosamente alocada na extensão horizontal superior do bolo. Ter a plena noção de sua cereja requer muita segurança de si mesmo. Saber aquilo que te faz feliz e aquilo que te faz ser a alegria da vida dos outros realmente é fruto da compreensão intrínsica. Quanto ao blefe e pocket rockets, prefiro arriscar uma partidinha de escova!

Carol: Bater a massa do bolo soh beneficia para que ele seja bonito, macio e delicioso. Em caráter metafórico, bater o bolo em demasia não é problema, se tu abatumares ele certamente deverá preocupar-se. Quanto à colocação da cereja, quem sabe dar uma paradinha nessa "sova" e averiguar nas padarias da "Noite" se não há um croissant previamente decorado? De repente o fermento empregado na massa nao esteja sendo o suficiente!

Beto: te amo!

Beto disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Beto disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Peter disse...

Beto: Existem cerejas que estão no meio do bolo... e não somente em cima... elas dão um toque todo especial...

Mas falaste tudo que precisava ser dito: fazer por merecer.

Pedro: o Beto te ama.

Mi disse...

O Pago Bem me faz feliz. Adoroooo! hehe
Preciso divulgar pros meus amigos.

vocês já viram uma cerejeira em plena floração? É fantástico.

e o amor,aproveitaaa!!!

Peter disse...

Mais uma cereja pro meu bolo: um leitor do Pago Bem faceiro da vida!!!

Mi, divulgue nosso blog e lembraremos de ti no Jô!!

abraço

Beto disse...

Que beleza!

Como é bom ver a identificação dos leitores com o que postamos por aqui.

Esse eh um dos motivos que nos leva a exteriorizar tais pensamentos, opiniões...

Tem um post quentinho, no forno! aguardem...

Teuso disse...

Acho q a cereja do bolo todo mundo sabe o que é! Mas o difícil, na minha opinião, é saber fazer um bolo com os ingredientes certos, o tempo necessário no forno, a decoração, o merengue. De nada vale uma bela cereja em um bolo queimado, abatumado... Equilibrio, eis a questão!

Poker dos Primos disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Poker dos Primos disse...

Sim, o post ficou bombastido!
Parabéns.. lembra de mim no JÔ tbm tá ? ashashuashuashuashuas

Beijocas Cla.

Peter disse...

Lembraremos!

Peter disse...

Teuso: bonita consideração.

A própria arte de fazer um bolo bem feito pode ser a sua cereja...

Mi disse...

To divulgando muito...

O dia que forem no Jô, vou junto, pra ter certeza que não vão esquecer da leitora aqui hehe

Bom finde pra todos,beijos!

Carol disse...

O meu bolo é bemmm recheado...

Já convidei o Beto pra beber mas ele é mto fazido...hahahahaha

Mudando de assunto...Se tiveres um pãozinho em casa sobrando Sr. Beto, manda o caminhão pra cá...pq aqui em casa tah em falta

E...quem mais que vai no meu aniver?

=)

Poker dos Primos disse...

Domingo, 13:17 da tarde, dificilmente entro na internet na minha casa no final de semana, porque a net aqui é mais lerda do que possam imaginar, mas entrei pra vir conferir o novo post.
Sr Beto, cade o novo post? aquele que vc mencionou estar no forno? hehe vai torrar!
É o vicio de pagar bem hasuhasuhsauhsa
Abraços, e bom domingo!

Peter disse...

Beto, Beto... não deixe nossos fãs sofrendo... leva pra tomar uma cerveja, dá pãozinho e posta rapaz!!!

 
Copyright 2010 pago bem!