quarta-feira, 17 de junho de 2009

Lições.

Nostalgia é palavra de ordem. Principalmente quando se está apaixonado.

A maneira como aquele alguém que antes você mal conhecia toma conta de sua vida é incompreensível.

E a nostalgia? Simples. Ela entra quando passamos o dia lembrando os bons momentos em que o casal passou junto. Lembrando como foi/é a conquista. Lembrando como foi/é o amor. Lembrando as infinitas sensações experimentadas em cada minuto que se passou/passa abraçado.

Amor é invasão.

Um invade a alma do outro. Sem pedir licença, vai ocupando cada espaço, preenchendo vazios, iluminando a escuridão que existe em cada um de nós. Uma invasão que faz bem.

Bonito é perceber como o que antes era “eu” vira “nós”. O “eu” passa a pensar em como irá surpreender e agradar o “outro”, inconscientemente trazendo benefícios para o “nós”.

Mas quais são as lições que tiramos?

Todas as que queremos.

Aprendemos sem perceber.

Criar sempre uma bela expectativa: de como o outro estará vestido quando nos encontrarmos, de qual será o olhar quando abrir a porta para nós, de como será o beijo após um reencontro, como será que atenderá o telefone...

E sempre ser surpreendido. Por mais que eu crie uma expectativa formidável, sou sempre surpreendido.

Ela estará mais linda do que consigo imaginar. O olhar será sempre mais brilhante e penetrante. O beijo será sempre mais apaixonante. O “oi” será sempre mais carinhoso.

Com isso vamos aprendendo... a sermos surpreendidos. Quando somos surpreendidos aprendemos a surpreender.

Quando somos surpreendidos conhecemos outro detalhe, antes desconhecido, e que agora reforça todo o sentimento.

Paixão é invasão e surpresa. E lembranças.

Ser surpreendido com um e-mail no trabalho, uma foto, uma mensagem, uma ligação, uma música... e aprender com tudo isso.

Relacionamento é invasão e surpresa. São lembranças. É construção.

Sempre com a nostalgia. Os dias passam, os momentos que viram lembranças vão aumentando, as surpresas vão construindo, e somos a cada novo dia uma nova pessoa. Com novas sensações, novas aspirações, novas idéias e novas surpresas.

Sempre com novas lições. Prontos para ensinar e aprender. Prontos para ficarmos apaixonados novamente.

6 comentários:

Carol disse...

Gostei Mister Peter...profunto o texto....enfim...

"o amorrrr é uma dorrrr!".... hahahahaha

Beto disse...

Surpreender e ser surpreendido .. taih a tática que provoca a inovação em qualquer relacionamento! Felizes daqueles que usam e abusam desse belo ato.

Peter disse...

Teuso, quero debate!

Peter disse...

Eu já disse que amor é construção?

Anônimo disse...

como eu só li isso agora?
bejoo

Michelle disse...

Emocionante, teu texto fez meu coração bater mais rápido.AMEI!

 
Copyright 2010 pago bem!