segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Educação

Assunto tão batido, porém nunca esgotado.

Por vezes, me deparo com pessoas sem o mínimo senso de colaboração cidadã. Ontem, mais uma vez, tive a prova de que a classe social não pode ser atrelada ao nível de educação de um homem.

Era o retorno à cidade, ainda estava no interior quando me deparei com a cena motivadora dessa “ira”. Entendo qualquer necessidade, qualquer motivo que leve a fatos adversos, porém jogar lixo pela janela é algo que não tolero.

Poderia classificar a atitude como impensada, porém me atrevo a dizer que lastimável não descreveria 100% a cena.

Uma garrafa pet jogada ao meio da rodovia? Seria isso justo?

Seria justo para com todos nós, tal atitude desencadeadora de processos que degradam o meio ambiente?

Não consegui registrar o momento que me levou a tudo isso, porém deixo uma foto que retrata o “jegue”, digo, autor dessa façanha.

Tudo bem, tudo bem, poderia, mais ainda, descrever sobre o ato de transportar duas ovelhas na caçamba do veículo, poderia citar o cuidado com animais, mas não vem ao caso. Deixo isso para outro momento de fúria.

Acredito que desculpas não cabem, tampouco explicações. A falta de consciência, atrelada ao baixo nível sócio-cultural/intelectual de muitos cidadãos desperta em mim um sentimento de que não basta a minha parte, tudo é posto fora com atitudes como essa.

De qualquer forma, ele seria um belo alvo para o novo projeto do Pago bem.

Fiquem atentos.

Pagobem pela tua fúria, guardá-la não faz bem

Grrrrrr...

1 comentários:

Peter disse...

Bah, isso é dose. Pelo o que o cara estava fazendo tu já vê a índole dele.

O problema do Brasil é cultura... as pessoas deveriam ler mais... abrir mais a cabeça.

 
Copyright 2010 pago bem!